quinta-feira, 9 de agosto de 2007

"Entre espumas"


Um famoso cantor de brega piauiense de nome Roberto Muller há décadas vem entoando com sua voz marcante, a música “entre espumas”, já gravada por vários outros nomes, até por Naira Lima. Escutando com mais calma e desprovido de preconceito fui ouvir e ler, música e letra. Cheguei a uma conclusão que pode até soar irônica: é uma poesia...
façamos uma pausa e vamos a letra:


Uma noite sentou-se a minha mesa
E entre tragos, lhe dei todo meu amor
Transcorreram só duas semanas
Como em sonho minha vida se acabou
Desde então, os rios do meu pranto
Confortavam a cruz da minha dor
Ninguém sabe que meus males são tão grandes
Que me partem o coração
Mas conforta e eu sei que está em minhas mãos
Aliviai-me desta amargura
Se um amor nasceu de uma cerveja
Outra cerveja beberei para esquecer
Um amor que surge numa mesa
Entre espumas terá que terminar

Fiquei dias pensando nessa música. Começou depois da separação (efêmera) de um casal amigo meu. A história deles era bem diferente da música, mas tinha em comum o fato deles terem decidido selar a união em meio umas e outras cervejas e a mesma ter sido interrompida, certa vez, bem próximo do mesmo bar.Também entre espumas.Mas não era isso que eu queria aqui registrar e sim, algo que pra mim foi uma descoberta: a autoria da música que eu passei dias imaginando ser de um piauiense, nem de brasileiro é. “Entre espumas” é uma lindíssima canção do cubano Luis Marquetti, muito interpretada pelo seu compatriota Barbarito Diez, o título em espanhol é o mesmo, os arranjos são bem diferentes e é bem caribenha A meu ver, certamente muito melhor que a versão portuguesa. Quem quiser conferir é só deixar o comentário que eu envio por e-mail. Ao lado deixo as fotos da esquerda para a direita está Barbarito Diez, Luis Marquetti e Roberto Muller.

5 comentários:

Thiago disse...

Parabéns pelo blog e principalmente por este post, Waldílio. eu também coleciono versões de músicas bregas. Você vai encontrar muitas lá no meu blog Contos Bregas - www.contosbregas.zip.net

Vou já procurar esa "entre Espumas" no youtube. Valeu pela dica!

Cleiton disse...

A música eu não sei, depois vou ler com mais calma. Mas acho que aquela sua foto na página inicial se parece com a máscara. Será que o rosto foi tirado daquele molde?
Tudo bem, Waldílio!
Felicidades e espero que tudo dê certo nessa sua nova empreitada.

Marcelane disse...

Eita amigo adorei o Blog, e essa musica entao, apesar de ser um brega tem uma letra q realmente nos faz pensar nas nossas "andanças" da vida...Um beijao da sua amiga Marcelandia...boca de légua rsrsrsrs....

Thiago disse...

Waldílio, cheguei no seu blog buscando a palavra brega no google blog search.

Você pode me enviar a versão cubana da música para meu e-mail? thiagodegoes@bol.com.br

Raimundo Nonato Oliveira Santos Filho disse...

Waldílio ..brega...tu que nas águas sempre repudiou os bregas ...

Quem sou eu

Minha foto
Formado em história, mestrando em educação. Educador social (trabalho com prevenção às droga) Tenho como hobby, a dramaturgia, escrevi algumas peças teatrais e tenho um livro publicado nesta área.