terça-feira, 10 de janeiro de 2012

TUDO VIRA ESPETÁCULO


Na nossa sociedade atual, dominada, pelas modernas condições de produção e alienação para o consumo, tudo transforma-se em mercadoria: o mineral, o vegetal, o animal ... o discurso, a notícia, a imagem, a face, o face ...  Assim, o real sai de cena e a vida, como nos dizia Guy Debord, é apresentada como uma imensa acumulação de espetáculos. Tudo o que era diretamente vivido se esvai na fumaça da representação. Tudo vira espetáculo. Mas, que pena, não podemos chamar essa nossa sociedade de espetacular, ela é fundamentalmente espetaculista e quanto a nós, meros mortais: adereços decorativos. "Luz, câmera, ação!" 

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Formado em história, mestrando em educação. Educador social (trabalho com prevenção às droga) Tenho como hobby, a dramaturgia, escrevi algumas peças teatrais e tenho um livro publicado nesta área.