terça-feira, 4 de março de 2008

É cafona, mas é bonita

Resolvi que sempre que eu não tiver um bom tema e o tendo não ter tempo ou inspiração pra debruçar-se sobre o mesmo, citarei trecho de poemas meus ou dos outro. Não quero encher de lingüiça o site/blog mas também não quero deixá-lo há muito tempo sem novas postagens. A verdade é que em versos também revelo minhas idéias, de uma forma mais sintética, porém muitas vezes, menos claras é bem verdade. Mas as poesias têm disso. Creio que nunca conseguirei chegar ao fundo de muitas poesias de Mario Faustino – quem eu gosto muito de ler – um verso poético sumariza muita coisa e às vezes silencia mais do que explicita ... deixemos de muito prólogo e vamos aos versos, estes foram escritos creio que há uns três anos, hoje não estou tão singelo assim ... como diria Renato Russo a música dos “Menudo” é cafona mais é bonita!

D(c)ores

A vida
Troca nomes
Muda homens
Rouba amores;
Ouvi rumores
Que fulano
Ama cicrano
E é querido
De beltrano
E assim
Vai ela...
...mais que bela...
...cinderela...
...tão singela...
mudando nomes
trocando homens
roubando amores.


(Waldílio Siso)

Quem sou eu

Minha foto
Formado em história, mestrando em educação. Educador social (trabalho com prevenção às droga) Tenho como hobby, a dramaturgia, escrevi algumas peças teatrais e tenho um livro publicado nesta área.